Ministro de Saúde se reúne com a Diretoria da AMB-RO e entidades médicas

Da esquerda para a direita:   Dr. Robinson Cardoso – Presidente do CREMERO,     Dr. Marcelo Queiroga – Ministro de Saúde ,     Drª. Flávia Lenzi – Presidente do SIMERO,       Dr. Aparício Carvalho – Presidente da AMB-RO

 

A Diretoria da Associação Médica Brasileira de Rondônia – AMB-RO teve a honra de recepcionar o Ministro da Saúde Dr. Marcelo Queiroga nesta última quinta-feira, 03/06/2021, no Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA, onde durante a reunião expôs necessidades da classe médica e da população do Estado juntamente com o Conselho Regional de Medicina de Rondônia – CREMERO e do Sindicato Médico de Rondônia – SIMERO. Na reunião foi falado sobre o impacto da COVID-19 na saúde rondoniense, firmando o compromisso com o então Ministro da Saúde que estará encaminhando proposta, ao Programa Nacional de Imunização – PNI, para que o Estado de Rondônia receba mais doses de vacina para a COVID-19.

Após a reunião, o Ministro se reuniu com outras autoridades e fez um pronunciamento à imprensa informando as ações que o Ministério da Saúde está realizando em prol do povo brasileiro e dos rondonienses.

“A vinda do Dr. Marcelo Queiroga ao nosso Estado demonstra a preocupação que o Governo Federal está tendo com a nossa região, pois fazemos fronteira com a Bolívia e recebemos estrangeiros que podem estar com novas cepas da COVID-19. Esperamos que o PNI aprove a proposta do Ministro de Saúde e traga mais vacinas para o nosso Estado” – concluiu o Dr. Aparício Carvalho, Presidente da Associação Médica Brasileira de Rondônia.

 

AMB – RONDÔNIA FAZ DOAÇÃO À SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE

 

Em 16/01/2021 o presidente da AMB-Rondônia, Aparício Carvalho, realizou a entrega de 200 filtros e máscaras para ventilação à pacientes ao Secretário Estadual de Saúde de Rondônia, Fernando Rodrigues Máximo.

Os equipamentos foram solicitados pelo secretário na noite do dia 15 e a necessidade agilmente atendida com a doação, que ocorreu na sede da FIMCA – Faculdades Integradas Aparício Carvalho.

NOTA DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA SOBRE O COLAPSO DA SAÚDE NO ESTADO DO AMAZONAS

A Associação Médica Brasileira torna pública sua solidariedade com a população, os médicos e demais profissionais de saúde de Manaus e de todo o estado do Amazonas.

O sistema local está em colapso e com gravíssimos problemas, como falta de leitos, de cilindros de oxigênio e de equipamentos imprescindíveis ao tratamento dos pacientes com Covid-19.

No intervalo de uma semana, a média móvel de casos aumentou 85,3% em Manaus. Aliás, apenas nas últimas 24 horas, houve a confirmação de 3.816 novos casos no Estado. Só em Manaus, foram 2.516 novas infecções. Números recordes desde o início da pandemia.

A AMB está acompanhando com atenção e muita preocupação o andamento desta trágica situação dos nossos conterrâneos amazonenses. Entendemos ser nosso dever orientar os médicos a se pautarem pelas melhores evidências científicas e para que não adotem, mesmo nesta situação desesperadora, tratamentos que não tenham a devida comprovação científica até presente momento.
A Associação Médica Brasileira também conclama os cidadãos amazonenses a se unirem à classe médica, que desde o princípio da pandemia está na linha de frente colocando muitas vezes a própria vida em risco, para garantir assistência à população.

Por outro lado, é imperioso que os governantes legalmente constituídos e as autoridades públicas de saúde assumam sua responsabilidade nesta grave crise sanitária, disponibilizando imediatamente para hospitais os cilindros de oxigênio, conforme solicitam em ação já ajuizada o MPF (Ministério Público Federal), a DPU (Defensoria Pública da União), o Ministério Público do Estado do Amazonas, a Defensoria Pública do Estado do Amazonas e o Ministério Público de Contas do Estado do Amazonas.

Conclamamos por providências urgentes com aumento de leitos, com hospitais de campanha e com a garantia de todos as demais necessidades que se façam obrigatórias para o tratamento da Covid-19.

Por fim, legitimada por representar todo movimento médico associativo e em cumprimento a sua missão, a AMB conclama a população do Amazonas a aderir à programação oficial de vacinação a ser definida pelas autoridades sanitárias nas próximas semanas, bem como manter as conhecidas medidas preventivas que reduzem a transmissão do novo coronavírus.

Associação Médica Brasileira, 15 de janeiro de 2021

 NOTA DE REPÚDIO: Contra as ofensas do prefeito de Ji-Paraná aos médicos daquele Município.

Como representante da ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA DE RONDÔNIA, não poderia deixar de expressar nossa insatisfação de maneira publica em repúdio às declarações desferidas pelo atual prefeito de Ji-Paraná, o Sr. Isaú Fonseca, onde atacou de forma esdrúxula e infundada os médicos daquele município.

O Recém empossado prefeito de Ji-Paraná desastrosamente durante uma Live, se referiu aos médicos rondonienses de forma grotesca, ofensiva, não condizente com o brilhante trabalho desempenhado pelos profissionais da saúde não só no município de Ji-Paraná, como no Estado de Rondônia e no Brasil, mas por todos os cantos do Mundo no enfrentamento da pandemia de COVID-19, sem abandonar ou esquecer todos os cuidados com as demais enfermidades.

Nesta época que vivemos um surto de uma doença extremamente infecciosa, gerado por uma pandemia que afeta e ameaça a vida de milhares de pessoas, devemos lembrar a frase do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, que resume o papel dos profissionais da saúde em épocas como a nossa: “Nos momentos em que a necessidade dos médicos é altíssima, isto é, durante as grandes epidemias, eles estão mais expostos ao perigo”.

Em momento em que os gestores e a população aplaudem os profissionais da saúde, é inconcebível um ataque aos mesmos por um Prefeito em início de mandato, demonstrando total falta de respeito, gratidão e principalmente compaixão com o próximo.

Problema de ordem administrativo, devem ser tratados através de processos administrativos, oferecendo o devido processo legal, onde qualquer funcionário público tem todo o direito à defesa e justificativas necessárias que serão apuradas.

Não podemos aceitar que utilizando das redes sociais, a classe política tente trazer à tona à época da ditadura, querendo pelo seu bel prazer, julgar e condenar os profissionais da saúde sem o devido processo legal.

Salientamos por fim, que em momento tão difícil que passamos, o diálogo, a empatia e o cuidado com o próximo, são características fundamentais nos líderes modernos, assim entendemos que os gestores recém empossados devem agir.

Desta forma repudiamos totalmente a atitude e declarações do Prefeito Sr. Isaú Fonseca, contra os Médicos de Ji-Paraná.

Permaneceremos sempre vigilantes na defesa da classe médica.

Porto Velho, 12 de janeiro de 2021.

Dr. Aparício Carvalho de Moraes

Presidente da Associação Médica Brasileira de Rondônia

 

Nota de repúdio Ji Paraná

1° SIMPÓSIO RONDONIENSE DE EMERGÊNCIAS PSIQUIÁTRICAS 

 

Atualmente, registram-se mais de 870 mil óbitos por suicídio em todo o mundo, o que representa 49% de todas as mortes por causas externas. Há a estimativa de que as taxas de tentativas de suicídios podem ser de 10 a 40 vezes mais elevadas. E esse é o tema que o Núcleo de Psiquiatria de Rondônia e a Associação Médica Brasileira/Rondônia, por meio do presidente Aparício Carvalho de Moraes, debateu na última sexta feira, 27 de novembro, no Centro Universitário Aparício Carvalho (FIMCA), no 1° Simpósio Rondoniense de Emergências Psiquiátricas.  

 

“Nós estávamos com esse simpósio programado para março, mas devido a pandemia, foi preciso reagendar, e conseguimos realizar agora obedecendo todas as regras sanitárias, com a participação de médicos, estudantes, e acadêmicos de medicina e de outras profissões da área da saúde. É essencial falar sobre as emergências psiquiátricas”, comentou Aparício Carvalho.  

 

As palestras do Simpósio abordaram os riscos de suicídio e os desafios no atendimento, transtornos orgânicos e diagnóstico diferenciado em emergências, agitação psicomotora e abordagens terapêuticas. Palestraram do evento: a psiquiatra no Hospital João Paulo II, Andressa Police dos Santos; a psiquiatra e professora no Centro Universitário FIMCA, Elis Regina Cardoso Duarte Silva; o psiquiatra forense, diretor tesoureiro do Núcleo de Psiquiatria de Rondônia e coordenador da residência Médica em psiquiatria do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, Ivo Louro Dickow; o psiquiatra, preceptor de residência médica em psiquiatria do CAPS infantil do internato médico do Hospital Santa Marcelina, Robinson Machado Yaluzan 

 

 Não há como prever quem cometerá suicídio, mas é possível avaliar o risco individual que cada paciente apresenta, tendo em vista a investigação detalhada e empática da entrevista clínica. Impedir que o paciente venha a se matar é regra preliminar e fundamental”, finalizou o presidente do Núcleo de Psiquiatria de Rondônia, Aparício Carvalho. 

ELEIÇÕES AMB Rondônia

Entre os dias 21 e 31 de agosto de 2020 ocorrerá a votação para eleição da Diretoria e da Assembleia de Delegados para o triênio 2021/2023 da Associação Médica Brasileira e da Associação Médica Brasileira de Rondônia.

A AMB contratou a plataforma de votação eletrônica da Scytl, empresa mundialmente reconhecida e respeitada no segmento, que conta com sistema de segurança altamente robusto e transparente, em linha com as melhores práticas do mercado e disponibilizou para as federadas aderirem ao sistema, o que ocorreu em 25 Federadas, entre elas a AMB Rondônia.

Os eleitores poderão votar no período entre 9 horas do dia 21 de agosto de 2020 e as 19 horas do dia 31 de agosto de 2020, horário local de Porto Velho – Rondônia. O link do sistema de votação é http://www.eleicaoamb.org.br e as senhas de acesso serão disponibilizados até o dia 21 de agosto de 2020 no e-mail e/ou celular cadastrado na Federada.

Caso o sócio não consiga efetivar o seu voto através do site, seja por preferência, dificuldade, inadimplência ou por qualquer outro motivo, ele poderá se direcionar a nossa sede para resolver o problema e realizar o voto de maneira presencial com o apoio do nosso mesário.

A sede da Associação Médica Brasileira se encontra em uma sala dentro do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia – CREMERO que está situada na Avenida dos Imigrantes, 3414, Liberdade, CEP: 76803-850, Porto Velho – RO.

A Federada realiza atendimento presencial de segunda a sexta, das 14h às 18h, com atendimento remoto nos finais de semana através do telefone/whatsapp (69) 99386-8965. Caso o sócio venha na sede da AMB Rondônia de segunda a sexta, após as 15h, é necessário que se realize contato com a equipe da AMB-RO através do telefone fixo (69) 3217-0514 ou do Whatsapp (69) 99386-8965 para abrirmos o portão. Tal contato é necessário devido o encerramento do expediente do CREMERO às 15h e consequente fechamento do prédio.

Desejamos a todos uma boa eleição.

 

JUNTOS, PODEMOS MAIS!

O presidente da Associação Médica Brasileira de Rondônia (AMB-RO), Aparício Carvalho, apoia a “Chapa 1 – Diogo Presidente – Juntos, Podemos Mais!”, nas eleições da Associação Médica Brasileira.

Acesse o site e conheça a “Chapa 1 – Diogo Presidente – Juntos, Podemos Mais!”. Lá, você pode conhecer os integrantes da chapa, realizações, propostas, e quais são as entidades e outras lideranças médicas que os apoiam. Link https://diogopresidenteamb.com.br/. 

#AMB #DiogoAMB #JuntosPodemosMais #Chapa1 #DiogoPresidente #Rondonia #AMBRO

GESTORES DO BRASIL E DO URUGUAI DEBATEM AÇÕES CONTRA A COVID-19 NAS FRONTEIRAS

Em iniciativa pioneira, a Associação Médica Brasileira (AMB) realiza o 1º webinar internacional sobre a COVID-19, com foco na experiência de Brasil e Uruguai no combate à doença e como os países têm atuado para evitar a disseminação do vírus. O webinar “Lições Aprendidas” acontece amanhã (2/6), às 11h, e é realizado em parceria com a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CREMERS) e Ministério da Saúde Pública do Uruguai.

WEBINAR “COVID-19: LIÇÕES APRENDIDAS”

DATA: (2/6)
HORÁRIO: 11h
Local: www.amb.webinario.online

AMB-RO DOA 400 FACE SHIELDS PARA UNIDADES DE SAÚDE ⠀

A Associação Médica de Rondônia (AMB-RO) doou cerca de 400 máscaras do tipo Face Shield para unidades de saúde do estado. Em vídeo, o secretário de saúde Fernando Rodrigues Máximo agradeceu a iniciativa da AMB-RO, que irá ajudar centenas de profissionais que lutam contra a COVID-19.

Os materiais estão sendo produzidos pelos membros da diretoria da AMB-RO e conta o com apoio de médicos da região. Além de ajudar profissionais de saúde, a iniciativa busca incentivar ações do gênero em todo o estado de Rondônia.

“Queremos mostrar que podemos ajudar os colegas que estão na linha de frente e que cada iniciativa é importante”, diz Aparício Carvalho de Moraes, presidente da federada da AMB-RO.